O declínio da PCUSA

Publicado em: 24 de maio de 2010 Por: Rev. Ageu Magalhães
Até 1984, o maior ramo do presbiterianismo americano, a PCUSA, tinha alterado seu nome para United Presbyterian Church Of United States of America (UPCUSA), que experimentou um acentuado decréscimo no número de membros na segunda metade do século 20. Em 1983, como resultado da fusão com a Presbyterian Church in the U.S. (PCUS), denominada ramo sulista, que contava com mais de 800 mil membros à época, nasceu a atual PCUSA. Mas a curva continuou descendente. Veja o gráfico abaixo:


Igualmente, a candidatura ao ministério na PCUSA tem sido motivo de preocupação constante. Mesmo tendo aprovado a ordenação feminina na década de 60, e as mulheres já ultrapassarem o número de homens ordenados anualmente, a PCUSA tem percebido um decréscimo no número de candidatos (principalmente masculinos) ao ministério nos últimos anos, como demonstram os números abaixo:


Autor: Rev. Alceu Lourenço
Números obtidos diretamente no site da denominação: www.pcusa.org

Compartilhe nas redes!

Newsletter

Inscreva-se para receber novos artigos do Blog.



Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Jáder
Jáder
11 anos atrás

Olá Rev. Ageu.
Tenho sempre visitado este blog e acho muito esclarecedoras as informações acerca da maior denominação presbiteriana dos EUA.
Eu gostaria de saber se este fenômeno da secularização é "privilégio" dos presbiterianos norte-americanos ou outras denominações históricas (Batistas,Congregacionais)também são afetadas por esta apostasia.
As vezes fico imaginado como os grandes homens presbiterianos do passado se sentiriam se visitassem suas igrejas hoje…
Obrigado.
Jáder Bitencourt

Rev. Ageu Magalhães
Rev. Ageu Magalhães
11 anos atrás

This comment has been removed by the author.

Rev. Ageu Magalhães
Rev. Ageu Magalhães
11 anos atrás

Caro Jáder, não é "privilégio" dos presbiterianos. Veja algunas links abaixo:

As liberais de lá:

– Metodistas: http://www.religioustolerance.org/hom_umc5a.htm

– Anglicanos e Episcopais:
http://www.washingtonpost.com/wp-dyn/content/article/2007/02/20/AR2007022001618.html

– Algumas igrejas e presbitérios (Classis) da Cristã Reformada:
http://www.crcna.org/pages/positions_homosexuality.cfm (veja a atitude em cima do muro)

Fora a dezena de denominações neo-pentecostais, que nem sempre adotam essa “inclusão”, mas têm teologia destrutiva, apelo à prosperidade, etc.

Veja, especificamente, o gráfico muito útil das posições das inúmeras denominações norte-americanas colocado em:

http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_Christian_denominational_positions_on_homosexuality

Abraço,
Ageu.

Rev. Ageu Magalhães
Rev. Ageu Magalhães
11 anos atrás

This comment has been removed by the author.

Rev. Ageu Magalhães
Rev. Ageu Magalhães
11 anos atrás

This comment has been removed by the author.

Rev. Ageu Magalhães
Rev. Ageu Magalhães
11 anos atrás

O último link está saindo incompleto. Por favor, copie e cole as duas partes abaixo, juntas, no seu navegador:

http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_Christian_

denominational_positions_on_homosexuality

Jáder
Jáder
11 anos atrás

Obrigado pela atenção Rev. Ageu.
Dê-me a honra de visitar-me: http://www.gracasomente.blogspot.com.
Deus te abençoe!

Anonymous
Anonymous
11 anos atrás

Rev. Ageu, hoje foxnews.com publicou um artigo sobre a PCUSA e a ordenação de gays. Veja http://www.foxnews.com/us/2010/07/08/presbyterians-voting-open-stance-gay-clergy-marriage-decisions-wont-final/

Deus abençoe.

Artigos Relacionados:


“RE-IMAGINING”: O FEMINISMO RADICAL EM PELE DE CORDEIRO

Publicado em: 21 de maio de 2010 Por: Rev. Ageu Magalhães
Um pastor transexual? O declínio de uma igreja

Publicado em: 4 de maio de 2010 Por: Rev. Ageu Magalhães
A PCUSA e sua defesa do Aborto

Publicado em: 22 de abril de 2010 Por: Rev. Ageu Magalhães
Igrejas fiéis dizem: “Basta!”

Publicado em: 20 de abril de 2010 Por: Rev. Ageu Magalhães
Pastores Transexuais Presbiterianos

Publicado em: 13 de abril de 2010 Por: Rev. Ageu Magalhães
A feminilização da Igreja

Publicado em: 29 de fevereiro de 2008 Por: Rev. Ageu Magalhães